sexta-feira, 26 de março de 2010

Saudades


Hoje bateu uma saudade,
de um tempo onde as coisa aconteciam de forma mais simples.
Saudade de quando eu ainda era menina,
que não precisava pensar "tanto",
porque meninas não "pensam". Agem, (risos).
Bem, saudades de quando éramos desprovidos, desarmados,
e não ficávamos tanto na defensiva.
Saudades de ouvir pessoas sinceras, ouvir a verdade, menos teatro. Saudade de comer jujubas, paçocas, bijú molhado no café com leite, mas junto com o meu avô.

Saudades de olhar para o nada e não se importar com o tudo..... Saudade!
Sabe,às vezes, sentimos saudades e não sabemos ao certo de quê.
Os poetas muito escrevem sobre ela, que costuma inspirar os românticos. Saudosistas. Saudade é tê-la. Que não seja uma tormenta, mas uma brisa suave, que nos impulsione a seguir sempre, sem olhar para trás, porque a saudade a gente guarda no coração. Porque saudade dói, mas não é doença.
A saudade dá e passa também.
Saudade vem e vai e ficam as lembranças,
essas também a gente guarda no coração da gente.
Hoje me bateu uma saudade....
Mas não é saudade de coisas. É saudade de você.
Saudades de vocês.
Saudade de mim.
Naila

Bom final de semana!!!

3 comentários:

E.M.CECÍLIA AUGUSTADOSANTOS disse...

NOOOOSSA QTA RIQUEZA JUNTA!!!GOSTEI MT...VIREI VISITAR SEMPRE...BJKS

Anônimo disse...

Q LEGAL...COISA DEGENTE INTELIGENTE MESMO...PARABÉNS!!!BJKS

DALVA CLÉA

Hermes C. Fernandes disse...

Parabéns pelo belo trabalho apresentado em seu blog. Já estou seguindo!

Aproveito para lhe convidar a conhecer meu blog, e se desejar também segui-lo, será uma honra.

Seus comentários também serão sempre bem-vindos.

www.hermesfernandes.blogspot.com

Te espero lá, ok?