segunda-feira, 1 de novembro de 2010


Um trecho da Bíblia me tocou. Eu já li em outras ocasiões e não me chamou atenção como agora.

“E JESUS, VENDO-O ASSIM TRISTE, DISSE: QUÃO DIFICILMENTE ENTRARÃO NO REINO DE DEUS OS QUE TÊM RIQUEZAS!
PORQUE É MAIS FÁCIL PASSAR UM CAMELO PELO FUNDO DE UMA AGULHA DO QUE ENTRAR UM RICO NO REINO DE DEUS.E OS QUE OUVIRAM DISSERAM: SENDO ASSIM, QUEM PODE SER SALVO?
MAS ELE RESPONDEU: OS IMPOSSÍVEIS DOS HOMENS SÃO POSSÍVEIS A DEUS". Lucas 18:24 a 26

Este trecho da Bíblia me tocou , mas que em outras ocasiões. E o que me chamou atenção foi a tristeza do rapaz rico.
Não é muito comum fazer uma relação entre a tristeza e a riqueza. Primeiro porque tudo o que se aprende,ouve, busca e espera da vida é a felicidade, que se entende estar em uma vida de riquezas.
Existe um filme, interessante que se chama : “Em busca da felicidade”, que mostra a caminhada de um homem que luta por uma vida prospera, e nessa busca ele passa por perdas, por abandono, e muitas outras tragédias, e no final, ele encontra a recompensa: a fortuna. Ele fica rico, logo fica feliz.(visão americana)

Outro ponto que me comove nesse texto bíblico é o fato de Jesus nunca deixar ninguém sem resposta. No diálogo com Deus não ficamos no vácuo. Podemos ficar na espera, por algum tempo, mas no momento certo Ele nos traz a resposta. Mesmo que muitas vezes a resposta não é aquela que esperamos.

E interessante que aqueles que estavam a ouvir Jesus , disseram:"_ então ninguém irá se salvar?" Porém, Jesus diz: não é assim, "porque para DEUS não existem impossíveis”.
Querer ser feliz não é nada errado para o ser humano. Quando nos referimos à vida terrena, viver sem dinheiro é complicado, nos fará pensar em uma vida infeliz. E é. Porque a miséria não é criação de Deus.

Aqui, nesse diálogo entre Jesus e o jovem rico, aprendo que não é a riqueza que vai impedir o homem de ser feliz e se encontrar com seu criador. Mas é justamente a indiferença, que por vezes uma vida mais próspera faz de nosso coração. Coração individualista. Coração egoísta. Coração pobre de espírito. Coração sem vida, porque não dá a mínima para a miséria alheia, a dor que, por vezes, pode está ao nosso lado.
Aprendo também com esse ensinamento da Bíblia, que eu estou aqui, sem dúvda alguma, para uma missão. E com absoluta certeza, não a de somente ser feliz. Existe algo mais profundo que Deus espera de cada um de nós. Basta olhar e descobrir qual é a parte que nos cabe nessa história, que não não termina aqui.

O conforto é saber que mesmo com a dureza de nossos corações, ainda existe uma esperança para cada um de nós, porque para DEUS não haverá impossíveis!!

Naila Márcia de Freitas Carvalho

Um comentário:

Pr Waldyr disse...

Olá Nayla,
Parabéns pelo belíssimo texto que nos faz pensar e refletir acerca de uma realidade tão relevante como essa. Precisamos nos voltar para os valores do Reino, esses sim são eternos. Quando buscamos esses valores cumprimos com nossa missão e a Palavra de Deus se cumpre em nós. A própria Bíblia nos afirma que devemos buscar em primeiro lugar o Reino e Deus e sua Justiça e todas as demais coisas nos serão acrescentadas.

Um grande Abraço,

Pr. Waldyr
http://casaoracaocehab.blogspot.com/